QUAL O ESTÁGIO DO MARKETING DIGITAL NO BRASIL? | URBANA



banner_blog_Prancheta 1

Qual o estágio do marketing digital no Brasil?

A maturidade do marketing digital está só começando…

Foi feito um estudo com 79 empresas líderes de 10 setores no Brasil para chegar à um resultado de como tem sido a conectividade do consumidor brasileiro e do marketing digital atualmente.

O Brasil se encontra abaixo da média, para este nível subir requer muita prática ainda.

Embora seja o país da América Latina com maior investimento em marketing digital segundo a pesquisa feita pela Associação Brasileira de Anunciantes e a Consultoria McKinsey, 24,4% do total de mídia, contra 43,5% da média global, 80% das empresas estão ainda em estágios iniciais do marketing digital.

Na leitura da consultoria as empresas colocam em prática seus processos off-line e fazem adaptações para o online, isso implica em sair fazendo sem planejamento em métricas de resultado, tratando o marketing digital como mais um veículo ao invés de cuidar para que seja uma atuação digital efetiva do início ao fim.

Falta investimento?

Falta skills, processos, pessoas e agências que entendam profundamente do assunto. Por outro lado há também as empresas que ainda não fazem nada digital, não testam novos produtos, e nem hackeiam a jornada de compra dos clientes.

O estudo também traz que mesmo que a um discurso de atuação do “ data-driven” que é parte deste novo vocabulário, a realidade na prática é diferente: 58% são iniciantes em integração de dados. Somente 2% das empresas usam visão 360º e Customer Data Platform (CDP), que possibilitam acesso fácil a dados de toda organização e captura de valor com geração de insights e personalizações de campanhas online em tempo real, permitindo atuar ao longo de todo o funil de conversão e mensurar resultados.

Não se sabe exatamente o que o futuro reserva para as novas tendências e estratégias, ainda que já existam estimativas sobre mudanças para as próximas décadas, mas uma certeza é que 2019 será um ano em que o marketing digital crescerá muito no Brasil.

Trabalhos como os da Agência se espalhando são um exemplo de sucesso para diversas marcas, o que acaba atraindo não apenas novos clientes, mas também novos investidores que veem o mercado com ótimos olhos.

O certo é que se deve ficar atento às tendências de mercados já mais evoluídos como os da América do Norte, por exemplo, sem deixar de levar em conta o fator cultural do Brasil e as peculiaridades do nosso mercado. Mesmo depois de 10 anos dentro de um segmento tão novo ainda dá para dizer que o jogo está apenas começando, é necessário entender como o mercado está se desenvolvendo para poder entrar nele.

Compartilhar

NEWSLETTER

Sobre negócio, design e inovação.

URBANA BRANDING